Tendências na Produção e Comércio de Limão

RESUMO:

            Nos últimos vinte anos a produção mundial de limão aumentou 66% e as exportações da fruta fresca, 55%. Os principais países exportadores são: Espanha, Argentina e México, e os principais importadores Estados Unidos, Alemanha e França. A grande importância na produção de limão refere-se ao óleo essencial e a outros produtos derivados, como pectina, suco e casca abrilhantada com açúcar. As exportações de lima ácida Tahiti no Brasil aumentaram na década de 90, e os preços médios mostraram tendência de alta. Nesse mesmo período, as exportações de óleo essencial de limão foram, em média, de 210t/ano com preço médio de US$12,77/kg (FOB). As de óleo de lima ácida foram, em média, de 42t/ano (preço médio de US$7,88-FOB). As quantidades comercializadas no mercado atacadista da CEAGESP em São Paulo têm sido decrescentes devido aos maiores volumes de limão comprados diretamente dos produtores pelos supermercados. Com vistas a obterem melhores resultados financeiros, os citricultores paulistas deverão adotar mais tecnologia na produção (irrigação inclusive), com objetivo de colher maiores proporções de fruta no segundo semestre, quando os preços são mais elevados.

Data de Publicação: 01/04/2003

Autor(es): Antonio Ambrósio Amaro (amaro.pingo@gmail.com) Consulte outros textos deste autor
Denise Viani Caser (dcaser@sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
João Dagoberto De Negri (dagoberto@centrodecitricultura.br) Consulte outros textos deste autor

 

 

 


Governo do Estado de SP