CUSTO OPERACIONAL DE PRODUÇÃO PARA A SAFRA DA SECA 1992/93, ESTADO DE SÃO PAULO: AMENDOIM, BATATA, CEBOLA, FEIJÃO E TOMATE

O Instituto de Economia Agrícola publica, sistematicamente, estimativas de custo operacional de diversas culturas com o intuito de orientar e subsidiar os produtores em seus processos de tomada de decisão. Essas estimativas são abrangentes e representam, normalmente, os sistemas de cultivo mais utilizados em determinada região produtora. Os custos são calculados segundo o conceito de custo operacional, descrito por MATSUNAGA et alii (1976)3, que não considera as remunerações aos fatores terra, capital e empresário, deixando este encargo para o diferencial entre o valor de venda do produto e o custo.

Data de Publicação: 01/03/1993

Autor(es): Guilherme Soria Bastos Filho Consulte outros textos deste autor
Hiroshige Okawa (okawa@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Marli Dias Mascarenhas Oliveira (marlimascarenhasoliveira@gmail.com) Consulte outros textos deste autor
Mauro Costa Miranda Consulte outros textos deste autor
Samuel José de Magalhães Oliveira Consulte outros textos deste autor

 

 

 


Governo do Estado de SP