Situação e perspectivas da avicultura de postura no Brasil em 2003

            Desde março até pelo menos o final de 2003, os produtores de ovos terão bons resultados econômicos, a não ser que, estimulados pelos bons lucros, ampliem demais a produção. Porém, aumento significativo da produção dificilmente ocorrerá a curto prazo pois a crise de 2002 reduziu o investimento em matrizes e em alojamentos de pintos de poedeiras. Entidades do setor matrizeiro projetam para novembro de 2003 plantel médio de poedeiras de 61.153 mil cabeças para o Brasil e de 22.900 mil cabeças para São Paulo. Assim, a produção de ovos em 2003 dificilmente alcançará a do ano anterior. A dificuldade de se aumentar a produção a curto prazo impede que a avicultura de postura nacional aproveite a oportunidade excepcional de conquistar fatias significativas do mercado externo de ovos, e mesmo de ovos férteis, que existe no momento em função de problemas na avicultura européia.

Data de Publicação: 30/12/2003

Autor(es): Sônia Santana Martins (soniasm@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor

 

 

 


Governo do Estado de SP