Impacto da biotecnologia na indústria de sementes no Brasil

RESUMO: Este estudo apresenta uma análise do setor de biotecnologia no Brasil, com foco na produção e comercialização de sementes. As empresas globais de biotecnologia têm profundos conhecimentos de controle de tecnologia de pesquisa para sementes. O Brasil é um forte produtor e exportador de commodities agrícolas, tais como: soja, milho e algodão. A entrada de multinacionais no País tem sido orientada por estratégia de aquisições de empresas nacionais e alianças tecnológicas com o objetivo de obter o controle de mercado e da tecnologia. A metodologia utilizada para análise é a exploração de dados publicados. Os resultados indicam um alto grau de concentração no setor. No mercado de sementes de milho, a Monsanto, empresa privada, é o principal competidor. Na produção de semente de soja, a EMBRAPA, instituto de pesquisa do setor público, tem o controle do mercado. No setor de semente de algodão há um equilíbrio entre empresas públicas e privadas.

Data de Publicação: 01/09/2003

Autor(es): Geni Satiko Sato (sato@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Roberto Giro Moori (rgmoori@mackenzie.com.br) Consulte outros textos deste autor

 

 

 


Governo do Estado de SP