voltar s






Estimativa de demanda em turismo ecológico: um caso hipotético

            O artigo discute um método de se obter a função da demanda de bens com uma característica particular de não exclusão, isto é, uma vez que o bem é produzido torna-se muito difícil ou muito caro excluir alguém de usufrui-lo. Cita o caso do turismo rural, cuja exploração possibilita: o contato direto do produtor com o consumidor final; a valorização de áreas de preservação permanente que passam a gerar renda; os vários níveis da produção em pequena escala; a valorização da cultura rural; a otimização dos recursos humanos e infra-estrutura existente, entre outros fatores. Conclui que o método Clawson-Knestch ou Método do Custo de Viagem (MCV) é considerado um instrumento de extrema utilidade na estimativa de demandas de mercados indiretos, isto é, quando os preços sou quantidades não estão determinados ou definidos ou não são observáveis no mercado. Situação esta bem evidente quando se lida com o meio ambiente e a natureza, principalmente turismo rural e ecoturismo.

 

enviar Envie este texto por email


Data de Publicação: 01/09/2003
Autor(es): Afonso Negri Neto (afonsonegri@yahoo.com.br) Consulte outros textos deste autor