Exportações paulistas crescem 28%, para US$ 6,08 bilhões, no primeiro trimestre

            O volume de comércio do Estado de São Paulo com o exterior somou US$ 12,11 bilhões no primeiro trimestre de 2004, de acordo com estudo do Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento. As exportações paulistas alcançaram US$ 6,08 bilhões (28% a mais do que as de igual período do ano anterior), enquanto as importações ficaram em US$ 6,03 bilhões (acréscimo de 23,8%). O superávit comercial foi de US$ 52,24 milhões, um avanço em relação aos primeiros três meses de 2003 quando a balança comercial do Estado acumulava déficit de US$ 120,37 milhões
            O agronegócio mais uma vez contribuiu para o bom desempenho da balança comercial paulista. O setor apresentou exportações crescentes (+29,7%), atingindo US$ 1,92 bilhão, enquanto as importações aumentaram 25,8%, para US$ 830 milhões. Assim, o saldo comercial foi de US$ 1,09 bilhão, 32,9% a mais do que o do primeiro trimestre de 2003. A participação das exportações do agronegócio paulista no total do Estado aumentou 0,4 ponto percentual, enquanto a participação das importações aumentou 0,2 ponto percentual .
            Em relação ao agronegócio brasileiro, as exportações de São Paulo representaram 22,9%, 1,4 ponto percentual a menos do que no primeiro trimestre de 2003. Já as importações representaram 36,2%, 0,2 ponto percentual a menos do que em igual período do ano anterior.
            Os principais agregados de cadeias de produção nas exportações do agronegócio paulista, no primeiro trimestre de 2004, foram bovinos (US$ 501,44 milhões); cana e sacarídeas (US$ 318,48 milhões); produtos florestais (US$ 281,11 milhões); frutas (US$ 224,76 milhões), especialmente suco de laranja (US$ 209,08 milhões), e cereais / leguminosas / oleaginosas (US$ 127,10 milhões).
            Mais informações na página de Comércio Exterior.
 

José Venâncio de Resende

Data de Publicação: 19/04/2004

Autor(es): José Venâncio De Resende (venancio@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor