Internet: 17% dos produtores paulistas pretendem adotar a tecnologia

            Em 2003, 10,2% dos produtores agrícolas paulistas costumavam acessar a Internet para cuidar de seus negócios e 17% pretendiam fazê-lo no futuro. A probabilidade de adotar essa tecnologia no meio rural é maior nas unidades de caráter empresarial e de maior porte do que nas familiares; em unidades com maior nível tecnológico tanto na produção (inseminação artificial, sementes melhoradas, conservação do solo) quanto na administração (contabilidade, escrituração agrícola); por produtores mais jovens, com nível educacional mais alto; por produtores absenteístas, principalmente aqueles que exercem outra atividade econômica fora da unidade de produção agropecuária; por membros de cooperativas; e por aqueles que pretendem aumentar suas atividades nos próximos cinco anos, além dos que já possuem facilidades de informática, como computadores e comunicação telefônica na própria unidade de produção.
            É o que mostra o estudo "Fatores que afetam o uso da Internet no meio rural", dos pesquisadores Vera Lúcia Ferraz dos Santos Francisco e Francisco Alberto Pino, um dos destaques da edição de julho/dezembro 2004 da revista Agricultura em São Paulo, cuja versão eletrônica já está disponível no site do IEA. Os dados da pesquisa foram obtidos em levantamento por amostragem, composto por 3.204 unidades de produção agropecuária.
            Para acessar a íntegra da revista, clique aqui.

Data de Publicação: 08/12/2004

Autor(es): José Venâncio De Resende (venancio@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor