Queda nas produções de grãos e laranja e aumento na de cana-de-açúcar, em SP

            A safra paulista de grãos deve cair 4,3% no ano agrícola 2004/05, para 7,426 milhões de toneladas, em relação à temporada anterior, de acordo com o último levantamento de campo realizado em abril pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA) e a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI).
            As maiores reduções no volume produzido foram verificadas nas culturas de milho (3,2%, para 3,437 milhões de toneladas), soja (5,2%, para 1,730 milhão de toneladas), café (19,6%, para 199,90 mil toneladas ou 3,3 milhões de sacas beneficiadas), milho safrinha (3,4%, para 1,042 milhão de toneladas), arroz (10,7%, para 94,77 mil toneladas), feijão da seca (17,3% para 61,62 mil toneladas) e amendoim da seca (57%, para 15,87 mil toneladas).

Laranja e cana-de-açúcar

            A colheita de laranja na safra agrícola 2004/05 pode atingir 350 milhões de caixas (de 40,8kg), o que representa redução de 3% em relação à safra anterior. A produção foi influenciada pela perda de 1,4% na produtividade devido às condições climáticas desfavoráveis durante a florada e o desenvolvimento dos frutos.
            Já a previsão para a safra agrícola de cana-de-açúcar para indústria é de aumento de 1,8%, para 245,99 milhões de toneladas. Estima-se aumento de 2,1% na área plantada principalmente nas regiões de São José do Rio Preto, Fernandópolis, General Salgado e Araraquara devido ao desempenho do setor sucroalcooleiro.
            Para mais informações sobre a previsão de safra, clique aqui.

Data de Publicação: 13/06/2005

Autor(es): José Venâncio De Resende (venancio@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor