A produção animal no Estado de São Paulo em 2005

            A área total de pastagem no Estado apresentou ligeira queda (0,93%) em 2005 em relação ao ano anterior, para 10,07 milhões de hectares. Também o rebanho bovino teve pequena redução (0,81%), para 13,66 milhões de cabeças. É o que mostra levantamento preliminar IEA/CATI da produção animal paulista, publicado na edição de novembro da revista Informações Econômicas, cuja versão eletrônica acaba de ser disponibilizada neste site.
            O número de bovinos de corte caiu 0,90%, para 7,34 milhões de cabeças, alterando a tendência dos anos anteriores. Já o número de bovinos destinados à produção de leite aumentou 0,56%, para 1,65 milhão de cabeças. Em 2005, deverão ser enviadas 5,01 milhões de cabeças para abate (mais 1,35% em relação a 2004), representando oferta de 78,21 milhões de arrobas. A produção de leite está prevista em cerca de 2,13 bilhões de litros (crescimento de 3,68%).
            O plantel paulista de aves para postura cresceu 5,29%, para 40,99 milhões de cabeças. A produção de aves para corte aumentou menos (1,01%), para 155,65 milhões de cabeças. Por fim, o efetivo de suínos no Estado é da ordem de 1,52 milhão de cabeças (acréscimo de 4,34%). Estas informações ainda podem ser encontradas por Região Administrativa (RA) e por Escritório de Desenvolvimento Rural (EDR).
            Para ver a íntegra da revista, clique aqui.

Data de Publicação: 30/11/2005

Autor(es): José Venâncio De Resende (venancio@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor