Saldo comercial do agronegócio paulista aumenta 58,7% no primeiro trimestre do ano

            As exportações do agronegócio paulista cresceram 17,2%, para US$ 1,48 bilhão, no primeiro trimestre de 2003, em comparação com o mesmo período do ano passado. Já as importações diminuíram 10,8%, para US$ 660 milhões, o que contribuiu para o saldo de US$ 820 milhões (acréscimo de 58,7% no trimestre). É o que mostra estudo do Instituto de Economia Agrícola (IEA-Apta) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento.
            As exportações totais do Estado de São Paulo somaram, no trimestre, US$ 4,75 bilhões (31,6% do total nacional) e as importações, US$ 4,87 bilhões (43,2% do volume nacional). O déficit na balança comercial paulista foi, assim, de US$ 120,37 milhões, cerca de 83% inferior ao observado no primeiro trimestre de 2002. Esse resultado indica que a balança comercial paulista deverá apresentar superávit no final do ano, como ocorreu em 2002.
            Os principais agregados de cadeias de produção nas exportações do agronegócio paulista foram bovinos (US$ 340 milhões), frutas e suco de laranja (US$ 300 milhões), produtos florestais (US$ 250 milhões), cana e sacarídeas (US$ 180 milhões) e agronegócios especiais (US$ 100 milhões).
As informações completas (inclusive gráficos e tabelas) podem ser encontradas neste site, bastando para isso clicar em Comércio Exterior.

Data de Publicação: 17/04/2003

Autor(es): José Venâncio De Resende (venancio@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor