Preço médio da terra agrícola de primeira sobe 28,58% em SP

            O preços médio de terra agrícola de primeira no Estado de São Paulo subiu 28,58%, para R$ 6.094,86 o hectare, no período de um ano entre novembro de 2001 e o mesmo mês do ano passado. O aumento ultrapassou os principais índices de inflação, que foram de 20,78% (IGP-M) e de 23,09% (IGP-DI), mas foi inferior à desvalorização do real (43,71%) e ao crescimento dos preços recebidos pelos agricultores (30,58%), no mesmo período.
            É o que mostra levantamento do Instituto de Economia Agrícola (IEA-Apta), feito em parceria com a Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), órgãos vinculados à Secretaria de Agricultura e Abastecimento.
            O preço médio estadual de terra de segunda cresceu um pouco menos (26,79%), para R$ 4.699,22 o hectare. Já a terra para pastagem teve acréscimo de 23,59%, atingindo R$ 3.719,97 o hectare. O menor aumento foi verificado no preço médio da terra para reflorestamento (17,30%), que ficou em R$ 2.719,59 o hectare.
            Os maiores percentuais de aumento nos preços da terra de primeira foram alcançados nas regiões de Presidente Prudente (87,75%, para R$ 2.802,32 o hectare) e de Franca (65,25%, para R$ 6.198,35). O maior preço nominal foi o da região de Campinas, que fechou em R$ 13.509,22 (acréscimo de apenas 12,38%).
            Também para a terra de segunda, as maiores variações nos preços ocorreram nas regiões de Presidente Prudente (92,21%, para R$ 2.412,03 o hectare) e de Franca (82,05%, para R$ 4.889,81). O maior preço médio foi o da região de Campinas (R$ 11.300,06, com acréscimo de 17,05%).
            Segundo o diretor do IEA, Nelson Martin, os preços de terras foram fortemente influenciados pelo aumento do valor da produção dos principais produtos da agropecuária paulista nas várias regiões. 'Assim, aumentos expressivos nos preços dos grãos (algodão, amendoim, arroz, feijão, milho, soja e trigo), bem como do café, laranja, boi gordo e leite, contribuíram para o crescimento do preço da terra nas diferentes regiões agrícolas do Estado, no período.'

Preços médios de terra no Estado de São Paulo
(Principais regiões por tipo de terra)

Terra de cultura de primeira (R$/ha)

Região Nov./01 Nov./02 %
Araçatuba
4117,48
5371,9
30,47
Assis
5204,03
8264,46
58,81
Barretos
6634,53
9067,95
36,68
Bauru
3042,83
4132,23
35,80
Campinas
12021,04
13509,22
12,38
Franca
3750,79
6198,35
65,25
Marília
2892,56
4279,81
47,96
Orlândia
6611,57
9951,79
50,52
Pindamonhangaba
4688,49
4988,19
6,39
Presidente Prudente
1492,56
2802,32
87,75
Presidente Venceslau
958,09
1291,32
34,78
Registro
1882,05
1860,95
-1,12
Ribeirão Preto
7046,54
8351,46
18,52
S. José do Rio Preto
4485,19
5423,55
20,92
Sorocaba
2990,43
3436,28
14,91
Estado
4740,11
6094,86
28,58

Terra de cultura de Segunda

Região Nov./01 Nov./02 %
Araçatuba
3757,44
4579,89
21,89
Assis
4079,59
6624,48
62,38
Barretos
5517,74
7277,89
31,90
Bauru
2346,52
3016,53
28,55
Campinas
9654,4
11300,06
17,05
Franca
2685,95
4889,81
82,05
Marília
2255,51
3008,58
33,39
Orlândia
5537,19
8809,17
59,09
Pindamonhangaba
3041,32
3331,61
9,54
Presidente Prudente
1254,89
2412,03
92,21
Presidente Venceslau
928,51
1247,93
34,40
Registro
1151,39
1265,78
9,93
Ribeirão Preto
4964,76
5823,86
17,30
S. José do Rio Preto
3720,73
4412,88
18,60
Sorocaba
2424,97
2479,34
2,24
Estado
3706,29
4699,22
26,79

Terra para pastagem

Região Nov./01 Nov./02 %
Araçatuba
3357,44
4162,29
23,97
Assis
2873,78
4665,98
62,36
Barretos
4442,15
5544,08
24,81
Bauru
1868,36
2553,72
36,68
Campinas
8809,17
9440,56
7,17
Franca
2145,58
3687,22
71,85
Marília
1842,29
2520,66
36,82
Orlândia
3500,59
6749,31
92,80
Pindamonhangaba
2035,81
2211,96
8,65
Presidente Prudente
1123,55
2231
98,57
Presidente Venceslau
899,17
1196,84
33,10
Registro
901,58
743,05
-17,58
Ribeirão Preto
3371,26
4609,03
36,72
S. João da Boa Vista
2625,34
3025,38
15,24
S. José do Rio Preto
3314,39
4166,67
25,71
Sorocaba
2392,34
2153,11
-10,00
Votuporanga
3254,13
4663,52
43,31
Estado
3009,88
3719,97
23,59

Terra para reflorestamento

Região Nov./01 Nov./02 %
Bauru
1515,15
1999,36
31,96
Botucatu
1591,92
2456,38
54,30
Campinas
7438,02
8230,03
10,65
Itapeva
1071,8
1115,7
4,10
Sorocaba
1892,13
1805,13
-4,60
Estado
2318,57
2719,59
17,30

            Mais informações podem ser obtidas nas tabelas de preços de terra, cuja íntegra está disponível neste site. Para acessá-las, basta entrar em Preços Agrícolas e clicar Terras.

Data de Publicação: 07/05/2003

Autor(es): José Venâncio De Resende (venancio@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor