IEA promove palestra sobre tendências e impactos da concentração do varejo

            O Instituto de Economia Agrícola (IEA-Apta) promoverá, no dia 24 de setembro, às 14h, a palestra 'Tendências e impactos sobre o bem-estar da concentração do varejo' do economista Eduardo Luiz Machado. Engenheiro civil formado pela Escola Politécnica da USP e economista formado pela FEA-USP, Machado é doutor em teoria econômica pela FEA-USP.
            Eduardo fará uma análise das questões concorrenciais associadas à elevação do poder de mercado do varejo moderno no relacionamento com seus fornecedores. Segundo seu trabalho, a visão tradicional da literatura convencionou que a elevação do poder de mercado no setor de distribuição teria impacto pró-competitivo, afetando positivamente o bem-estar da sociedade. Entretanto, a avaliação do efeito líquido sobre o bem-estar não é tão trivial como sugere a literatura.
            O estudo mostra que os efeitos anticompetitivos do aumento do poder de mercado podem afetar negativamente o bem-estar da sociedade no longo prazo. Mostra também que o papel do varejo moderno ampliou-se na distribuição de bens, modificando sensivelmente a estrutura da cadeia do setor. Ao mesmo tempo, o crescimento da concentração das redes de varejo moderno tem aumentado seu poder de barganha frente aos fornecedores e, conseqüentemente, provocado impactos verticais não desejados.
            O evento será realizado na sala de reuniões do IEA, que fica na Secretaria de Agricultura e Abastecimento, à Avenida Miguel Stéfano, 3900, Água Funda – São Paulo, capital. Mais informações podem ser obtidas no Centro de Comunicação do IEA, pelo telefone (11) 5073-0244.

Data de Publicação: 11/09/2003

Autor(es): José Venâncio De Resende (venancio@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor