Pesquisa de trabalho por autores

A busca resultou em 335 resultados. Exibindo de 1 a 10.
Início ]
Anterior ]
Próximo ]
Último ]
 
1 - Artigo
.Data Publicação: 20/08/2018
.Título: Mercado de Máquinas Agrícolas Automotrizes volta a Aquecer
.Autor: Celso Luís Rodrigues Vegro
.Resumo:
Em 2017, o segmento de máquinas agrícolas automotrizes exibiu ligeira recuperação das vendas, superando as 56,3 mil unidades comercializadas no ano. No último triênio, entretanto, se observa redução no ritmo da produção com provável mobilização dos estoques de máquinas para atender a demanda (Figura 1). Houve incremento de 4,3% no total de vendas de tratores de rodas entre 2016 e 2017 (mercado interno mais exportações). Porém, no comparativ

.
2 - Artigo
.Data Publicação: 15/08/2018
.Título: Queda continuada nas Cotações: até quando?
.Autor: Celso Luís Rodrigues Vegro
.Resumo:
Em julho de 2018, os investidores no mercado de futuros de câmbio da B3 revisaram suas expectativas para a paridade do real x dólar promovendo depreciação no valor dessa última moeda. Vários elementos compuseram essa revisão na até então pressão vigente sobre o real como: a) consolidação de perspectivas mais favoráveis para o cenário político eleitoral (melhora relativa no status da candidatura de centro-direita); b) avanço das exportações ainda que com menor saldo cambi

.
3 - Artigo
.Data Publicação: 11/07/2018
.Título: Curva Futura do Café: geopolítica baliza cotações
.Autor: Celso Luís Rodrigues Vegro
.Resumo:
O ciclo de desvalorização de amplo conjunto de moedas ainda não se concluiu, uma vez que a maior parte delas continuará se depreciando frente ao dólar. Para além de causas intrínsecas a determinados países (instabilidade econômico/política brasileira, pedido de empréstimo argentino ao FMI, vitória populista no pleito mexicano, acirramento da guerra comercial EUA x China e EUA x UE, etc.), aspecto explicativo pouco comentado entre analistas do mercado de câmbio consiste na refo

.
4 - Artigo
.Data Publicação: 13/06/2018
.Título: Mercado Futuro do Café: tênue alavancagem cambial da cotações
.Autor: Celso Luís Rodrigues Vegro
.Resumo:
Após a decisão do Federal Reserve de elevar as taxas de juros de longo prazo dos TBond’s estadunidenses, seguiu-se escalada de valorização do dólar em âmbito global. Países com maiores constrangimentos fiscais e/ou de balança de pagamentos foram os impactados pela desvalorização de suas moedas, culminando com o pedido de socorro financeiro da autoridade argentina ao FMI. O Brasil, ainda longe da situação fiscal portenha, exibe fortes incertezas com progressivo incremento da d

.
5 - Artigo
.Data Publicação: 07/06/2018
.Título: Comportamento do Emprego Formal no Setor Agropecuário Paulista: janeiro a março de 2018
.Autor: Carlos Eduardo Fredo, Celso Luís Rodrigues Vegro, Celma Da Silva Lago Baptistella
.Resumo:
Após 11 trimestres de retração, iniciado no segundo trimestre de 2014, a economia brasileira encolheu 8,1%2, eliminando, aproximadamente, 3 milhões de trabalhadores formalmente ocupados nos mais diversos ramos da economia. A magnitude dessa queda poderia ter sido ainda maior caso não fosse os resultados econômicos apurados pela agropecuária. Em 2017, contabilizou-se crescimento econômico de 1,1%, que se associa a perspectivas favoráveis de manutenção do ritmo dessa expansão ao

.
6 - Artigo
.Data Publicação: 17/04/2018
.Título: Ausência de Piso para as Cotações Futuras no Mercado de Café
.Autor: Celso Luís Rodrigues Vegro
.Resumo:
A imprevisibilidade do resultado das eleições de outubro de 2018 começa a determinar o posicionamento dos agentes financeiros de mercado. A precificação da média das cotações semanais curva futura de juros na B3 evidencia mudança de patamar entre a primeira semana do mês de março de 2018 e as seguintes, com inflexão forte a partir de janeiro de 2019 (Figura 1).   Os pretensos candidatos d

.
7 - Artigo
.Data Publicação: 11/04/2018
.Título: Cafés do Brasil: qualidade, competitividade e reconhecimento... Só que não!
.Autor: Celso Luís Rodrigues Vegro, Eduardo Heron Santos
.Resumo:
Em âmbito global, foi a partir dos anos 1990 que ocorreu a inflexão na curva de consumo global de café. Nos primeiros 30 anos do período considerado (1970-1999), a taxa de crescimento geométrico médio por década saltou de 1,3% a.a. para 1,8% a.a. Esse ritmo de crescimento mantinha-se similar ao do aumento vegetativo da população mundial. Entretanto, foi a partir dos anos 2000 que se acelera a taxa de crescimento do consumo que evolui para 2,5% a.a. e, na década seguinte (2010-201

.
8 - Artigo
.Data Publicação: 11/04/2018
.Título: Mercado de Fertilizantes: aumento das importações preocupa
.Autor: Celso Luís Rodrigues Vegro
.Resumo:
As entregas de fertilizantes ao consumidor final, em 2017, no Brasil, totalizaram 34.438 mil toneladas de produtos, com ligeira expansão de 1,04%, em relação ao mesmo período do ano anterior quando se contabilizou a entrega de 34.083 mil t (Tabela 1). O recorde de colheita no Brasil permitiu bom fluxo de suprimento e recomposição de estoques globais, causando, consequentemente, declínio nas cotações praticadas nas bolsas internacionais para as commodities e desestimulando a decis

.
9 - Artigo
.Data Publicação: 14/03/2018
.Título: Curva Futura do Café – bear’s market ancorando a formação dos preços
.Autor: Celso Luís Rodrigues Vegro
.Resumo:
Os sinais de retomada da economia brasileira são robustos. A expansão de 1% do PIB em 2017, associado ao avanço das exportações (quantum e valor) e a geração de modestos empregos, indica que 2018 terá ainda maiores possibilidades de crescimento econômico com as mais recentes previsões oscilado entre 2,8% e 3,0% no acumulado do ano. O desempenho do agronegócio no ano é controverso. Sendo comparativamente menor a safra, é de se imaginar que o segmento não contribua de forma tã

.
10 - Artigo
.Data Publicação: 16/01/2018
.Título: Setor Agropecuário: tendência de queda nos empregos formais em 2016
.Autor: Carlos Eduardo Fredo, Celso Luís Rodrigues Vegro
.Resumo:
A divulgação da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do Ministério do Trabalho e Emprego do ano de 20161 novamente evidenciou diminuição no número de empregos formais (celetistas e estatutários)2 em todos os setores econômicos brasileiros. Nesse ano, o total de 46 milhões de vínculos ativos apresentou retração de 4,2% em relação ao ano anterior (Tabela 1). Em 2015, o setor agropecuário foi o único com elevação no número de postos de trabalho3, situação que n

.
 
Início ]
Anterior ]
Próximo ]
Último ]

 

Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at F:\IEA-WEBSITE\WebSite\out\trabalhos.php:317) in F:\IEA-WEBSITE\WebSite\out\trabalhos.php on line 388