voltar s






Quarta Estimativa de Oferta e Demanda de Milho no Estado de São Paulo em 2010


 

            Na quarta estimativa de oferta e demanda de milho no Estado de São Paulo em 2010, da Câmara Setorial de Milho, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA), de novembro de 2010, são revisados os dados de produção da segunda safra de milho (safrinha) e de consumo do cereal pela suinocultura, da exportação e de sementes e perdas.

 

            Os dados de produção da primeira safra (verão) são os do quinto levantamento da safra 2009/10, da SAA, realizado em junho de 2010, o qual aponta uma produção praticamente igual à do ano anterior, com o aumento da produtividade da cultura compensando a retração da área. Os dados finais de milho safrinha da safra 2009/10, levantados em setembro de 2010, indicam significativo incremento da produção, em decorrência do elevado ganho de produtividade da cultura.

 

            A disponibilidade interna cresce em 2010 devido aos aumentos do estoque inicial e da produção, mas não recupera o nível de 2008, devido à acentuada queda da produção em 2009, tanto no verão quanto na safrinha (Tabela 1).

 

            Do lado da demanda, procedeu-se à revisão do consumo de milho em 2010 da suinocultura paulista, prevendo-se um crescimento maior que o do levantamento anterior, em face da melhoria de rentabilidade da atividade neste ano.

 

            As estimativas anteriores de consumo de milho dos demais segmentos da cadeia produtiva foram mantidas: avicultura de corte (aumento de 5%), avicultura de postura (+5%), pecuária leiteira (+3%), pecuária de corte (0,0%), outros animais (4,0%), consumo industrial (4,3%) e consumo não-comercial, ou seja, parte da produção que não se destina ao mercado (-0,5%).

 

            Foram revistos outros dados da demanda: exportação para o exterior (previsão de queda de 69,5% em relação a 2009) e semente/perdas (+2,4%). Com o aumento da disponibilidade interna e do incremento proporcionalmente menor do consumo e do estoque final em 2010, há uma pequena queda do volume de milho importado de outras regiões em relação à estimativa anterior, que passa a representar 47% do consumo estadual. A relação estoque/consumo em 2009 e 2010 é de 7,5%. Em 2008 era de 6,2%.

 

Tabela 1 - Oferta e Demanda de Milho, Estado de São Paulo, 2008 a 20101
(em t)

Especificação
2008
(a)
2009
(b)
Var.% 
(b/a)
20102
(c)
Var.% 
(c/b)
Estoque inicial
499.600
517.100
3,5
586.900
13,5
Produção
4.821.100
4.183.500
-13,2
4.404.400
5,3
Primeira safra (verão)
3.792.300
3.380.100
-10,9
3.362.300
-0,5
Segunda safra (safrinha)
1.028.800
803.400
-21,9
1.042.100
29,7
Disponibilidade interna
5.320.700
4.700.600
-11,7
4.991.300
6,2
Importação
3.690.600
3.789.800
2,7
3.823.500
0,9
Oferta total
9.011.300
8.490.400
-5,8
8.814.800
3,8
Consumo
8.308.400
7.816.500
-5,9
8.132.600
4,0
Animal
6.350.000
5.990.500
-5,7
6.260.100
4,5
Avicultura de corte
3.023.600
2.721.200
-10,0
2.857.000
5,0
Avicultura de postura
1.008.400
1.008.400
0,0
1.058.800
5,0
Suinocultura
861.400
861.400
0,0
900.200
4,5
Pecuária leiteira
357.000
358.800
0,5
369.600
3,0
Pecuária de corte
218.600
196.700
-10,0
196.700
0,0
Outros animais
881.000
844.000
-4,2
877.800
4,0
Industrial
1.200.000
1.150.000
-4,2
1.200.000
4,3
Não-comercial3
758.400
676.000
-10,9
672.500
-0,5
Exportação
119.500
27.900
-76,7
8.500
-69,5
Sementes e perdas
66.300
59.100
-10,9
60.500
2,4
Demanda total
8.494.200
7.903.500
-7,0
8.201.600
3,8
Estoque final4
517.100
586.900
13,5
613.200
4,5

 

1Quarta estimativa para 2010, aprovada em reunião de 18/11/10.
2Ano-safra 2009/10: 1o/01/10 a 31/12/10.
3Estimado em 20% da produção da primeira safra.
4Estimado em 25 dias de consumo comercial para 2008 e em 30 dias para 2009 e 2010.
Fonte: Câmara Setorial de Milho, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Palavras-chave: câmara setorial, consumo, demanda, milho, oferta, produção.

 

enviar Envie este texto por email


Data de Publicação: 25/11/2010
Autor(es): Alfredo Tsunechiro (tsunechiro@uol.com.br) Consulte outros textos deste autor
Maximiliano Miura (miuramax@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor