Sazonalidade da cesta de mercado paulistana pós-plano real

            Este artigo analisa a sazonalidade dos índices da cesta de mercado (total, vegetal e
animal), levantados pelo Instituto de Economia Agrícola. Para a obtenção dos índices sazonais utiliza-se o método versão X-12 do Método II do Bureau do Censo. O período analisado vai de janeiro de 1995 a dezembro de 2002. Os resultados mostram que as séries de índices de preços total e vegetal são sazonais, dadas as dificuldades da utilização de tecnologias para armazenamento e conservação desses produtos. A série de índice de preços de produtos animais apresenta menor amplitude sazonal, provavelmente, em função de dois fatores: a utilização de tecnologias que permitem sua armazenagem e conservação, permitindo, inclusive sua comercialização em nível internacional, e também, a constituição do MERCOSUL, em que a Argentina é um importante fornecedor de produtos de origem animal para o mercado doméstico, fatores que tornam sua oferta constante no decorrer do ano, resultando em menor oscilação de preços.

Data de Publicação: 30/12/2003

Autor(es): Mario Antonio Margarido (mamargarido@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Carlos Roberto Ferreira Bueno Consulte outros textos deste autor
Vagner Azarias Martins (vagnermartins@sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor

 

 

 


Governo do Estado de SP