Análise Da Evolução Dos Índices Da Cesta De Mercado Pós-plano Real Na Cidade De São Paulo

            No período de janeiro de 1995 a dezembro de 2001, o índice de preços dos combustíveis cresceu cerca de 19,32% ao ano, o índice da taxa de câmbio evoluiu cerca de 17,54% ao ano e o IGP-M, cujo principal componente são os preços no atacado, cerca de 9,54% ao ano. Já os índices da cesta de mercado do IEA cresceram mais lentamente, em torno de 4,11%% (total), 3,14% (produtos vegetais) e 5,90% (produtos animais). O índice internacional de preços de alimentos foi o único com tendência de queda (0,17% ao ano). Estudo do IEA mostra que, com o fim do câmbio fixo, os índices de preços domésticos apresentaram comportamento mais agressivo. No período de janeiro de 1999 a dezembro de 2001, o índice de preços da cesta de mercado de produtos vegetais foi o que mais cresceu (156,63%), quando se compara a variação percentual das taxas de crescimento dos dois períodos. Em seguida, aparecem os índices de preços dos combustíveis (124,5%), da cesta de mercado total (85,37%), da taxa de câmbio (68,94%), do IGP-M (50,25%) e da cesta de mercado de produtos animais (24,45%). Apesar da desvalorização do real, o processo inflacionário pôde ser contido, devido a baixas taxas de crescimento conjugadas com elevado nível de desemprego, situação que se estendeu até o primeiro semestre de 2002. No segundo semestre do ano passado, fatores como processo eleitoral, reajustes de tarifas públicas, recuperação de preços das commodities agrícolas e desvalorização cambial passaram a pressionar o nível de preços. A principal questão é se essa brusca elevação do nível de preços é apenas conjuntural (bolha inflacionária) ou estaria de volta a trajetória permanente e sustentada de elevação do nível de preços.

Data de Publicação: 27/02/2003

Autor(es): Mario Antonio Margarido (mamargarido@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Carlos Roberto Ferreira Bueno Consulte outros textos deste autor
Vagner Azarias Martins (vagnermartins@sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor

 

 

 


Governo do Estado de SP