Agroindústria rural de torrefação e moagem de café

            Nos últimos anos, tem-se assistido o fechamento de grande número de firmas atuantes de torrefação e moagem de café, notadamente no Estado de São Paulo, em razão da forte competição presente no segmento. Se por um lado esse fato representa perda de densidade econômica do segmento, por outro, abre oportunidades para o surgimento de negócios pautados na transformação do produto em âmbito da unidade de produção agrícola (verticalização). Diante dessa constatação (verticalização visando agregação de valor ao produto agrícola), o artigo analisa a sua ocorrência em unidades de produção agrícola paulistas. E aponta que o perfil das firmas entrevistadas revela grandes diferenças entre elas em termos, por exemplo, de volume processado, capacidade de processamento, número de funcionários e esquemas de distribuição. Também considera que existem obstáculos que limitam a possibilidade de ampliação do fenômeno da integração vertical na agropecuária.

Data de Publicação: 01/09/2003

Autor(es): Celso Luís Rodrigues Vegro (celvegro@sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor

 

 

 


Governo do Estado de SP