Pesquisa de trabalho por autores

A busca resultou em 60 resultados. Exibindo de 1 a 10.
Início ]
Anterior ]
Próximo ]
Último ]
 
1 - Artigo
.Data Publicação: 20/10/2017
.Título: IqPR de Setembro de 2017: queda de 0,30%
.Autor: Eder Pinatti, Priscilla Rocha Silva Fagundes, Katia Nachiluk
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1,2, que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas, registrou queda (pelo sexto mês consecutivo) de 0,30% em setembro/2017 na comparação com agosto/2017, o IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) recuou 1,58% e o IqPR-A (produtos de origem animal) subiu 2,55% (Tabela 1). Nesta mesma tabela são apresentadas as variações do final de agosto/2017 e das quatro quadrissemanas de setembro/2017 pa

.
2 - Artigo
.Data Publicação: 10/10/2017
.Título: Acompanhamento de Preços no Mercado Varejista de Alimentos no Município de São Paulo - setembro de 2017
.Autor: Vagner Azarias Martins, Priscilla Rocha Silva Fagundes
.Resumo:
No mês de setembro de 2017, o acompanhamento de variação dos preços de itens alimentícios, no município de São Paulo, rotineiramente conduzido pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA), registrou que a cesta de gêneros necessários para a manutenção mensal de família composta por quatro indivíduos em média ficou estável (-0,01%) quando comparada à de agosto, e recuou -3,33% quando comparada à de setembro de 2016, ou seja, o valor dispensado para adquirir a cesta de mercad

.
3 - Artigo
.Data Publicação: 14/09/2017
.Título: Acompanhamento da Cesta de Mercado de Alimentos no Município de São Paulo – julho e agosto de 2017
.Autor: Vagner Azarias Martins, Priscilla Rocha Silva Fagundes
.Resumo:
  Durante julho e agosto de 2017, o dispêndio com a aquisição da cesta de alimentos no município de São Paulo apresentou variação de 0,37% e -0,98%, respectivamente. Embora os resultados mensais do ano venham indicando oscilações entre elevação e baixa de preços, o acumulado anual dos três indicadores de acompanhamento da variação do dispêndio com a cesta de mercado calculados pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA) indica valores próximos a zero (Tabela 1).

.
4 - Artigo
.Data Publicação: 30/06/2017
.Título: Acompanhamento de Preços no Mercado Varejista de Alimentos no Município de São Paulo – maio de 2017
.Autor: Vagner Azarias Martins, Priscilla Rocha Silva Fagundes, Celso Luís Rodrigues Vegro
.Resumo:
  Durante maio de 2017, o acompanhamento de variação dos preços de itens alimentícios no município de São Paulo, rotineiramente conduzido pelo Instituto de Economia Agrícola, registrou que a cesta de gêneros necessários para a manutenção mensal de família composta por quatro indivíduos em média elevou-se em 1,83% quando comparada a abril, e em 6,05% quando comparada a maio de 2016, valor superior ao IPCA acumulado no mesmo período (3,60%). Estes valores indicam que,

.
5 - Artigo
.Data Publicação: 05/06/2017
.Título: Acompanhamento de Preços no Mercado Varejista de Alimentos no Município de São Paulo – março e abril de 2017
.Autor: Vagner Azarias Martins, Priscilla Rocha Silva Fagundes
.Resumo:
No acompanhamento de variação dos preços de itens alimentícios no município de São Paulo durante o mês de março de 2017, verificou-se que a cesta de mercado do paulistano ficou 1,52% mais cara em relação a fevereiro de 2017, e 3,43% quando comparada a março de 2016. Neste mesmo período, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) registrou variação positiva de 4,57% para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o que significa que a variação do valor

.
6 - Artigo
.Data Publicação: 19/05/2017
.Título: Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista: queda de 0,88% em abril de 2017
.Autor: Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti, Ana Victoria Vieira Martins Monteiro, Maximiliano Miura, Priscilla Rocha Silva Fagundes, Rejane Cecília Ramos
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2 (que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas) registrou queda de 0,88% no mês de abril/2017 na comparação com o mês de março/2017. Separados por grupo de produtos, destaque foi a inexistência de variação no IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal com cana-de-açúcar). Já o IqPR-A (grupo de produtos de origem animal) encerrou o mês com queda de 2,84%. Na tabela 1 são apresentadas

.
7 - Artigo
.Data Publicação: 19/05/2017
.Título: Contribuições do Setor Agropecuário para as Emissões de Gases de Efeito Estufa no Brasil, 2010-2014
.Autor: Silene Maria de Freitas, Rejane Cecília Ramos , Katia Nachiluk , Rosana de Oliveira Pithan e Silva, Priscilla Rocha Silva Fagundes, Maximiliano Miura, Carlos Roberto Ferreira Bueno
.Resumo:
RESUMO: Diante da preocupação mundial com os riscos à segurança alimentar, que o aquecimento global apresenta, este trabalho objetivou diagnosticar as emissões de GEE advindas do setor agropecuário em todas as regiões brasileiras visando subsidiar os Planos Estaduais de Mitigação dos Gases de Efeito Estufa (GEE) quanto à alocação de recursos financeiros voltados à adoção de tecnologias com baixa emissão de carbono na agricultura. Foi utilizado o Sistema de Estimativa de Emissão

.
8 - Artigo
.Data Publicação: 18/05/2017
.Título: Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista: queda de 0,88% em abril de 2017
.Autor: Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti, Ana Victoria Vieira Martins Monteiro, Maximiliano Miura, Priscilla Rocha Silva Fagundes, Rejane Cecília Ramos
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2 (que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas) registrou queda de 0,88% no mês de abril/2017 na comparação com o mês de março/2017. Separados por grupo de produtos, destaque foi a inexistência de variação no IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal com cana-de-açúcar). Já o IqPR-A (grupo de produtos de origem animal) encerrou o mês com queda de 2,84%. Na tabela 1 são apresentadas

.
9 - Artigo
.Data Publicação: 26/04/2017
.Título: Maçã Paulista: características da produção e comercialização em 2015
.Autor: Priscilla Rocha Silva Fagundes, Gabriel Bitencourt de Almeida, Celma Da Silva Lago Baptistella, Paulo José Coelho, José Emílio Bettiol Neto
.Resumo:
A maçã é uma das principais frutas de clima temperado produzida e consumida no mundo, sendo a China o principal país produtor (Figura 1)1, 2. Maçã, banana, citros e uva são responsáveis por 90% do comércio internacional de frutas in natura. Todavia mais de 90% da produção mundial é consumida nos países de origem, ou seja, em seus mercados internos3. No Brasil, o crescimento da importância

.
10 - Artigo
.Data Publicação: 25/04/2017
.Título: Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista: alta de 3,92% em março de 2017
.Autor: Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti, Ana Victoria Vieira Martins Monteiro, Priscilla Rocha Silva Fagundes, Renata Martins, Waldemar Pires de Camargo Filho
.Resumo:
O Índice de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1, 2 (que mede a variação dos preços recebidos pelos produtores paulistas) registrou alta de 3,92% no mês de março/2017 na comparação com o mês de fevereiro/2017. Separados por grupo de produtos, tanto o IqPR-V (grupo de produtos de origem vegetal) quanto o IqPR-A (grupo de produtos de origem animal) encerraram o mês positivamente, com 5,57% e 0,24%, respectivamente. Na tabela 1 são apresentadas as variações do fi

.
 
Início ]
Anterior ]
Próximo ]
Último ]