Evolução do Valor da Produção Agropecuária Paulista por Região Administrativa, 1995–2015

 


         O cálculo do Valor da Produção Agropecuária Paulista (VPA) por Região Administrativa (RA) abre a possibilidade de enriquecer análises, eventualmente pautadas em outros parâmetros além daqueles relacionados à produção e aos preços, disponibilizados por Escritórios de Desenvolvimento Rural (EDRs), que compõem a estrutura regional da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Os resultados obtidos para a regionalização por RAs podem compor diferentes formas de análise, a partir da interação, por exemplo, de indicadores elaborados e disponibilizados pela Fundação Sistema Estadual de Análises de Dados (SEADE), notadamente os de caráter demográficos e econômicos como composição da população, em termos de gênero, faixa etária, escolaridade, renda entre outros.

         Na condução e na apresentação dos resultados deste estudo é importante destacar que, até o início de 2014, a regionalização por RAs estruturava o Estado de São Paulo em 15 RAs. A partir de fevereiro daquele ano, a RA de Sorocaba foi dividida dando origem a RA de Itapeva, somando, assim, 16 RAs. Da mesma forma, cabe evidenciar que o cálculo anual do VPA por EDR, com base em 40 regionais, por conta da disponibilidade de informações, não agrega os produtos florestais (madeira de eucalipto, de pinus e resina de pinus), assim, da mesma forma eles não foram incluídos neste trabalho[A3] .[A4] 

         O Valor da Produção Agropecuária (VPA) Paulista, desde quando começou a ser calculado, em 1995, apresentou um crescimento real de 69%, atingindo R$63,4 bilhões de dezembro de 2015, que corresponde a uma taxa de 3,6% ao ano (Tabela 1).

O número de produtos considerados para o cálculo variou no período, neste trabalho foram considerados 50 produtos.

Quanto aos produtos, de 1995 a 2010 eram considerados dois tipos de leite, de acordo com a classificação então vigente, Leite tipo B e tipo C. A partir de 2011, decorrente de mudanças no sistema de classificação, os dois tipos foram somados constituindo apenas um produto, leite. Outra alteração foi a agregação de mais três produtos, mel e morango a partir de 2005, e triticale a partir de 2008.

Tabela 1 - Valor da Produção Agropecuária por Região Administrativa (RA) e Região Metropolitana (RM), Estado de São Paulo, 1995 a 2015

RA/RM

1995

1996

1997

1998

1999

Araçatuba

2.380.914.036,31

1.824.608.608,74

2.268.720.189,86

2.493.302.383,92

2.657.721.576,60

Barretos

2.023.914.788,13

1.746.223.673,31

2.016.858.071,85

2.183.481.846,49

2.003.318.295,60

Bauru

2.465.604.406,21

2.418.442.419,31

2.543.560.628,24

2.634.493.177,05

2.269.845.269,17

Campinas

6.843.896.185,88

5.887.628.021,46

6.681.485.200,01

7.450.246.948,59

6.850.558.522,96

Central

2.728.114.546,91

2.591.506.634,58

2.872.017.100,65

3.512.940.135,57

3.082.847.567,93

Franca

1.967.892.711,02

2.318.985.848,30

2.412.651.767,82

2.507.756.919,13

2.405.918.108,18

Itapeva

1.868.567.344,15

1.436.743.203,01

1.520.983.461,76

1.990.242.455,61

1.825.679.913,60

Marília

2.988.268.787,15

3.022.806.715,55

3.178.732.021,72

3.218.298.922,04

3.360.653.047,43

Presidente Prudente

2.175.038.400,59

1.873.396.558,92

2.060.314.169,83

2.091.824.538,58

2.251.429.952,80

Registro

1.056.362.387,05

777.271.252,86

582.598.809,81

665.395.530,84

580.769.678,09

Ribeirão Preto

2.319.517.041,52

2.363.386.677,70

2.435.661.347,58

2.490.029.837,34

2.199.295.491,41

Santos

89.642.523,69

60.772.564,42

77.586.977,17

76.278.935,25

58.706.674,83

São José do Rio Preto

4.177.126.100,80

3.282.022.485,08

3.827.888.044,38

4.226.549.681,36

4.484.664.930,78

São José dos Campos

652.693.411,97

644.953.810,68

531.077.681,52

625.299.768,37

482.604.617,65

São Paulo (RM)

459.934.893,81

405.872.372,18

356.999.494,21

472.642.023,15

489.902.970,11

Sorocaba

3.318.743.668,33

2.694.599.729,02

3.083.422.571,48

3.191.105.076,01

3.142.839.472,87

Estado

37.516.231.233,52

33.349.220.575,12

36.450.557.537,89

39.829.888.179,30

38.146.756.090,01

RA/RM

2000

2001

2002

2003

2004

Araçatuba

3.049.059.715,15

3.094.318.174,43

3.370.111.806,56

3.623.708.177,20

3.937.092.381,39

Barretos

1.933.414.098,55

2.563.451.255,68

3.049.244.141,79

3.032.709.361,52

3.069.809.670,84

Bauru

2.669.543.363,87

2.926.040.196,81

3.159.535.009,79

3.145.889.265,49

3.431.164.591,57

Campinas

7.116.531.285,96

8.492.920.484,27

9.143.822.308,89

8.860.239.472,97

9.468.132.406,86

Central

3.119.158.809,00

3.959.875.046,83

4.397.772.642,46

4.391.247.829,25

4.171.345.248,65

Franca

2.682.878.072,69

2.799.368.337,29

3.085.147.482,15

3.054.145.962,57

3.654.024.584,24

Itapeva

1.863.623.745,67

2.048.961.378,56

2.438.638.360,08

2.606.959.204,30

2.677.074.288,17

Marília

3.594.258.205,08

3.722.344.313,69

4.269.366.578,23

4.921.845.705,42

4.966.406.988,58

Presidente Prudente

2.377.447.273,38

2.474.181.802,74

2.798.498.098,30

3.163.005.672,90

3.518.878.812,70

Registro

634.317.574,90

649.531.690,82

533.077.897,62

713.465.436,29

792.795.393,95

Ribeirão Preto

2.848.242.301,39

2.712.360.475,25

2.915.286.104,10

2.715.952.584,91

3.132.049.134,68

Santos

74.682.965,09

85.587.093,21

64.279.706,83

89.639.519,68

99.756.489,28

São José do Rio Preto

4.338.094.310,18

4.780.116.096,84

5.515.311.325,87

5.731.896.125,96

5.991.691.068,94

São José dos Campos

564.482.346,51

563.002.513,38

602.880.384,29

675.426.782,67

615.142.322,74

São Paulo (RM)

548.341.952,01

564.390.051,83

579.550.935,55

544.852.396,48

599.777.033,66

Sorocaba

3.283.605.218,52

3.531.035.785,78

3.898.046.779,80

4.088.035.247,73

4.404.536.558,79

Estado

40.697.681.237,95

44.967.484.697,41

49.820.569.562,31

51.359.018.745,34

54.529.676.975,04

RA/RM

2005

2006

2007

2008

2009

Araçatuba

3.933.923.404,40

4.318.221.403,02

3.708.488.698,76

4.538.165.814,98

5.058.272.540,67

Barretos

3.228.528.375,63

3.684.123.580,85

3.165.846.670,48

3.289.968.625,69

3.290.362.373,36

Bauru

3.662.719.338,39

3.919.758.092,53

3.566.026.051,60

4.022.634.522,42

4.276.055.620,27

Campinas

9.480.940.215,40

9.642.102.613,74

9.312.519.589,77

9.882.284.339,51

9.255.605.897,84

Central

4.596.913.551,41

4.490.719.580,42

4.050.256.982,88

4.021.114.505,67

3.649.172.745,68

Franca

3.830.211.237,89

4.332.945.051,50

3.320.759.060,37

3.821.930.810,08

3.789.765.444,14

Itapeva

2.633.126.944,49

2.821.874.097,92

3.287.060.219,86

4.501.221.337,91

3.646.471.828,33

Marília

4.683.064.393,56

4.712.673.622,88

4.608.965.237,24

5.489.081.611,19

5.180.648.224,87

Presidente Prudente

3.396.251.965,62

3.648.967.213,95

3.239.136.785,44

3.895.722.796,08

4.302.840.875,36

Registro

783.329.128,79

678.686.277,79

664.679.583,49

848.602.102,96

635.845.544,64

Ribeirão Preto

3.439.454.744,47

3.692.521.874,35

2.799.583.022,99

3.109.329.347,85

3.524.053.514,43

Santos

64.287.546,24

78.373.128,68

84.157.578,67

85.970.127,57

53.959.016,23

São José do Rio Preto

6.064.438.631,54

6.264.904.461,55

5.953.640.479,90

7.173.592.976,83

7.292.526.324,43

São José dos Campos

542.670.810,77

554.364.125,45

554.396.792,10

763.863.709,06

677.675.122,74

São Paulo (RM)

500.080.053,47

417.980.036,24

507.844.826,09

450.827.930,16

407.383.506,98

Sorocaba

4.615.886.932,88

4.278.414.083,86

4.565.013.347,72

5.333.011.022,78

5.212.008.886,06

Estado

55.455.827.274,95

57.536.629.244,73

53.388.374.927,36

61.227.321.580,74

60.252.647.466,03

RA/RM

2010

2011

2012

2013

2014

2015

Araçatuba

5.826.024.376,28

6.237.177.807,43

5.208.256.130,07

4.863.039.113,20

4.442.940.325,88

4.670.623.888,58

Barretos

3.945.172.771,06

3.964.463.904,51

3.428.496.070,42

3.069.517.368,88

2.896.418.312,20

2.942.398.427,37

Bauru

5.269.124.340,07

5.738.352.260,46

4.764.915.052,00

3.586.755.886,75

3.543.121.409,10

3.824.466.436,75

Campinas

10.300.570.311,35

11.306.613.850,52

10.352.055.407,24

9.991.797.462,30

8.900.312.326,07

9.460.138.804,87

Central

4.475.182.205,18

4.926.348.438,12

4.210.502.947,01

3.960.132.415,40

3.383.837.894,83

3.493.228.816,08

Franca

4.552.032.163,82

4.497.185.463,12

4.596.628.399,97

3.821.055.892,88

3.903.504.673,60

3.619.145.762,04

Itapeva

3.759.664.712,68

4.234.867.209,04

4.691.673.141,66

4.884.710.532,06

4.093.323.021,95

4.605.745.758,37

Marília

5.995.128.324,25

6.701.209.000,33

6.611.327.464,36

6.470.816.483,17

5.839.067.926,97

6.380.421.108,72

Presidente Prudente

5.103.280.226,72

5.748.256.083,82

5.432.480.861,44

5.089.573.915,66

4.783.455.585,24

5.219.516.586,75

Registro

688.163.059,95

691.617.274,41

864.943.129,52

843.567.242,34

966.319.907,34

887.101.318,44

Ribeirão Preto

3.982.143.551,14

4.065.402.231,16

3.530.296.959,65

3.296.662.889,23

3.136.401.909,43

3.226.747.244,68

Santos

50.991.578,51

59.983.823,68

79.868.546,95

75.982.039,70

82.878.944,32

64.865.002,50

São José do Rio Preto

8.426.036.586,31

9.154.128.268,14

7.977.444.971,93

7.559.854.032,12

7.380.879.487,75

7.650.220.326,65

São José dos Campos

687.961.060,51

705.236.631,09

882.215.947,25

837.222.686,59

824.143.909,29

828.987.499,35

São Paulo (RM)

431.861.956,87

416.013.242,22

411.143.456,15

459.363.546,47

387.199.083,67

407.024.833,65

Sorocaba

5.558.683.242,41

5.951.946.152,67

5.763.479.778,80

5.959.423.142,45

5.733.684.099,43

5.903.699.139,80

Estado

69.052.020.467,11

74.398.801.640,72

68.805.728.264,42

64.769.474.649,20

60.297.488.817,07

63.184.330.954,60

Fonte: Instituto de Economia Agrícola.


 

         De 1995 a 2015, o  VPA cresceu em todas as regionais, exceto nas quatro de menores VPAs do estado: Santos, RA de São Paulo, São José dos Campos e Registro, lembrando que atualmente a segunda está sendo tratada como Região Metropolitana (RM) de São Paulo. Em nenhuma delas o VPA atinge a casa do bilhão, seja pelo fato de a importância relativa da produção agropecuária dessas regiões ser menor, vis à vis outros setores, seja pelo fato de seus produtos agropecuários serem de menor valor agregado.

Na RA de Santos o principal produto é a banana cujo VPA representa 89,5% do VPA total da RA. Da mesma forma, na RA de Registro o principal produto também é a banana cujo VPA é 83,7% do VPA total da região, mas numa escala muito maior que o verificado na RA de Santos , R$742,5 milhões e R$58,1 milhões, respectivamente. Já na RM de São Paulo, o produto de maior VPA em 2015 foi o caqui que representou 22,4% do VPA total da RM na qual o segmento agropecuário se identifica mais como produtor de olerícolas que adquire importância expressiva no abastecimento da RM de São Paulo (Tabela 2).

 

Tabela 2 - Valor da Produção Agropecuária por Região Administrativa (RA) e Região Metropolitana (RM), Estado de São Paulo, 2015

(continua)

RA/RM

Produto

VPA (R$deflacionado IPCA dez./15)

Part. %

% acum.

Campinas

Cana-de-açúcar

2.471.242.590

25,9

25,9

Carne de frango

1.869.796.125

19,6

45,4

Carne bovina

876.443.227

9,2

54,6

Café beneficiado

613.112.300

6,4

61,0

Laranja para indústria

541.268.718

5,7

66,7

Demais produtos

3.088.275.844

33,3

100,0

 Total

9.460.138.805

100,0

 

São José do Rio Preto

Cana-de-açúcar

3.858.255.872

50,4

50,4

Carne bovina

1.327.081.724

17,3

67,8

Limão

507.166.330

6,6

74,4

Carne de frango

392.783.639

5,1

79,5

Laranja para indústria

302.443.353

4,0

83,5

Demais produtos

1.262.489.410

16,5

100,0

Total

7.650.220.327

100,0

 

Marília

Cana-de-açúcar

1.990.226.222

31,2

31,2

Ovo de galinha

1.217.583.094

19,1

50,3

Carne bovina

1.020.194.753

16,0

66,3

Soja

625.723.417

9,8

76,1

Milho

408.826.216

6,4

82,5

Demais produtos

1.117.867.407

17,5

100,0

Total

6.380.421.109

100,0

 

Sorocaba

Carne de frango

1.196.937.431

20,3

20,3

Cana-de-açúcar

990.733.009

16,8

37,1

Carne bovina

700.481.531

11,9

48,9

Laranja para indústria

408.913.947

6,9

55,8

Milho

224.858.719

3,8

59,7

Demais produtos

2.381.774.503

40,3

100,0

Total

5.903.699.140

100,0

 

Fonte: INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA - IEA. Banco de dados. São Paulo: IEA. Disponível em: <http://www.iea.agricultura.sp.gov. br/ out/bancodedados.html>. Acesso em: nov. 2016.

 

Tabela 2 - Valor da Produção Agropecuária por Região Administrativa (RA) e Região Metropolitana (RM), Estado de São Paulo, 2015

(continua)

RA/RM

Produto

VPA (R$deflacionado IPCA dez./15)

Part.%

% acum.

Presidente Prudente

Cana-de-açúcar

2.313.647.416

44,3

44,3

Carne bovina

1.833.079.243

35,1

79,4

Leite

243.626.117

4,7

84,1

Soja

159.887.615

3,1

87,2

Ovo de galinha

145.705.193

2,8

90,0

Demais produtos

523.571.003

10,0

100,0

Total

5.219.516.587

100,0

Araçatuba

Cana-de-açúcar

2.558.339.895

54,8

54,8

Carne bovina

1.110.999.683

23,8

78,6

Leite

191.856.885

4,1

82,7

Ovo de galinha

154.191.109

3,3

86,0

Abacaxi

144.382.028

3,1

89,1

Demais produtos

510.854.288

10,9

100,0

Total

4.670.623.889

100,0

Itapeva

Soja

925.446.080

20,1

20,1

Tomate de mesa

741.356.876

16,1

36,2

Carne bovina

550.234.121

11,9

48,1

Milho

440.823.444

9,6

57,7

Batata

401.403.632

8,7

66,4

Demais produtos

1.546.481.606

33,6

100,0

Total

4.605.745.758

100,0

Bauru

Cana-de-açúcar

2.104.683.932

53,7

53,7

Carne bovina

612.802.350

15,6

69,3

Laranja para indústria

313.849.431

8,0

77,4

Carne de frango

190.628.602

4,9

82,2

Leite

109.097.618

3,7

85,9

Demais produtos

493.404.503

14,1

100,0

Total

3.824.466.437

100,0

 

Franca

Cana-de-açúcar

2.274.628.364

62,8

62,8

Café beneficiado

386.298.337

10,7

73,5

Soja

245.627.270

6,8

80,3

Carne bovina

231.124.539

6,4

86,7

Carne de frango

204.187.938

5,6

92,3

Demais produtos

277.279.314

7,7

100,0

Total

3.619.145.762

100,0

Central

Cana-de-açúcar

2.018.300.915

57,8

57,8

Carne de frango

354.448.640

10,1

67,9

Laranja para indústria

224.874.458

6,4

74,4

Carne bovina

221.228.468

6,3

80,7

Limão

199.306.911

5,7

86,4

Demais produtos

475.069.424

13,6

100,0

Total

3.493.228.816

100,0

Ribeirão Preto

Cana-de-açúcar

2.212.004.185

68,6

68,6

Café beneficiado

159.105.813

4,9

73,5

Carne bovina

134.873.879

4,2

77,7

Manga

119.348.680

3,7

81,4

Carne de frango

87.971.056

2,7

84,1

Demais produtos

513.443.632

15,9

100,0

Total

3.226.747.245

100,0

Barretos

Cana-de-açúcar

1.936.438.781

64,5

64,5

Laranja para indústria

258.392.925

8,6

73,2

Carne bovina

114.967.324

3,8

77,0

Laranja de mesa

89.820.308

3,0

80,0

Soja

85.172.399

2,8

82,8

Demais produtos

457.606.690

17,2

100,0

Total

2.942.398.427

100,0

Fonte: INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA - IEA. Banco de dados. São Paulo: IEA. Disponível em: <http://www.iea.agricultura.sp.gov. br/ out/bancodedados.html>. Acesso em: nov. 2016.

Tabela 2 - Valor da Produção Agropecuária por Região Administrativa (RA) e Região Metropolitana (RM), Estado de São Paulo, 2015

(conclusão)

RA/RM

Produto

VPA (R$deflacionado IPCA dez./15)

Part.%

% acum.

Registro

Banana

742.485.371

83,7

83,7

Carne bovina

84.071.220

9,5

93,2

Tangerina

28.995.764

3,3

96,4

Maracujá

12.276.059

1,4

97,8

Arroz em casca

5.457.549

0,6

98,4

Demais produtos

13.815.355

1,6

100,0

Total

887.101.318

100,0

São José dos Campos

Carne bovina

447.909.988

54,0

54,0

Leite

218.844.553

26,4

80,4

Arroz em casca

35.265.330

4,3

84,7

Banana

32.297.377

3,9

88,6

Ovo de galinha

13.512.057

1,6

90,2

Demais produtos

81.158.194

9,8

100,0

Total

828.987.499

100,0

São Paulo (RM)

Caqui

91.290.690

22,4

22,4

Alface

89.199.245

21,9

44,3

Cenoura

44.402.510

10,9

55,3

Beterraba

31.393.152

7,7

63,0

Ovo de galinha

29.377.232

7,2

70,2

Demais produtos

121.362.004

29,8

100,0

Total

407.024.834

100,0

Santos

Banana

58.085.503

89,5

89,5

Leite

2.568.000

4,0

93,5

Carne bovina

1.032.153

1,6

95,1

Mandioca para mesa

1.010.920

1,6

96,7

Maracujá

1.008.959

1,6

98,2

Demais produtos

1.159.467

1,8

100,0

Total

64.865.003

100,0

Fonte: INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA - IEA. Banco de dados. São Paulo: IEA. Disponível em: <http://www.iea.agricultura.sp.gov. br/ out/bancodedados.html>. Acesso em: nov. 2016.

 

 

Na RA de São José dos Campos predomina a pecuária, o produto de maior VPA é a carne bovina que representa 54,0% do total da região, seguido pelo VPA do leite com 26,4%, os outros produtos têm participação pequena (Tabela 2).

 Em 2015 o VPA da RA de Registro acusou queda de 8,2% refletindo pequena redução no volume de banana produzido assim como diminuição de 9,2% nos preços desse produto (Tabela 3).

         A RA de Campinas é a que apresenta o maior VPA do estado, posição mantida em todo o período de 1995 a 2015. Neste último ano, os cinco produtos de maiores VPAs foram, em ordem decrescente, cana-de-açúcar, carne de frango, carne bovina, café beneficiado e laranja para indústria, e responderam por 66,7% do VPA da região. A laranja para indústria, produto que ocupa a 5ª posição na RA, participa com 5,7% do VPA total da região. Nessa RA os produtos classificados como outros apresentam o maior porcentual de participação no VPA total da região, 33,3%, refletindo grande diversidade de produtos, a participação é alta, mas individualmente nenhum deles consegue figurar entre os cinco de maior VPA.

Tabela 3 - Valor da Produção Agropecuária por Região Administrativa (RA) e Região Metropolitana (RM), Estado de São Paulo, 2014 e 2015

RA/RM

2014

 

2015

Var. %

2015/2014

Posição

Valor (R$)

Part. %

 

Valor (R$)

Part. %

% acum.

2014

2015

Campinas

8.900.312.326,07

14,8

9.460.138.804,87

15,0

15,0

6,3

1

1

São José do Rio Preto

7.380.879.487,75

12,2

7.650.220.326,65

12,1

27,1

3,6

2

2

Marília

5.839.067.926,97

9,7

6.380.421.108,72

10,1

37,2

9,3

3

3

Sorocaba

5.733.684.099,43

9,5

5.903.699.139,80

9,3

46,5

3,0

4

4

Presidente Prudente

4.783.455.585,24

7,9

5.219.516.586,75

8,3

54,8

9,1

5

5

Araçatuba

4.442.940.325,88

7,4

4.670.623.888,58

7,4

62,2

5,1

6

6

Itapeva

4.093.323.021,95

6,8

4.605.745.758,37

7,3

69,5

12,5

7

7

Bauru

3.543.121.409,10

5,9

3.824.466.436,75

6,1

75,5

7,9

8

8

Franca

3.903.504.673,60

6,5

3.619.145.762,04

5,7

81,2

-7,3

9

9

Central

3.383.837.894,83

5,6

3.493.228.816,08

5,5

86,8

3,2

10

10

Ribeirão Preto

3.136.401.909,43

5,2

3.226.747.244,68

5,1

91,9

2,9

11

11

Barretos

2.896.418.312,20

4,8

2.942.398.427,37

4,7

96,5

1,6

12

12

Registro

966.319.907,34

1,6

887.101.318,44

1,4

97,9

-8,2

13

13

São José dos Campos

824.143.909,29

1,4

828.987.499,35

1,3

99,3

0,6

14

14

São Paulo (RM)

387.199.083,67

0,6

407.024.833,65

0,6

99,9

5,1

15

15

Santos

82.878.944,32

0,1

64.865.002,50

0,1

100,0

-21,7

16

16

Estado

60.297.488.817

100,0

 

63.184.330.955

100,0

4,8

 -

Fonte: Instituto de Economia Agrícola.

 

As RAs, que assim como a de Campinas, têm participação elevada dos produtos classificados como outros apresentam uma peculiaridade que é um grau relativamente mais elevado de especialização nas atividades de produção, notadamente de olerícolas, portanto grande diversidade de produtos, como é o caso das RAs de Sorocaba (40,3% de outros), de Itapeva (33,6%) e da RM de São Paulo (29,8%), que ocupam lugar de destaque no cinturão verde.

Observando apenas o período mais recente, os últimos dez anos, verifica-se comportamento heterogêneo entre as RAs. Nesse período o crescimento real do VPA do estado foi de 10% a uma taxa anual de 1,5%. Algumas regiões apresentaram crescimento mais robusto, caso da RA de Itapeva que acusou crescimento de 63%. Destacam-se, também, o crescimento das RAs de São José dos Campos (49%), de Presidente Prudente (43%), de Sorocaba (38%), de Marília (35%) e a de Registro (35%). De maneira oposta, destacam-se também as RAs Central (-22%), a de Barretos (-20%), a de Santos (-17%) e a de Franca (-16%). Verifica-se que a queda de VPA nessas RAs reflete menores preços reais de alguns de seus principais produtos. Na RA Central o preço da carne de frango vem caindo nos últimos anos e é o produto cujo VPA ocupa a 2ª posição, da mesma forma, os preços da laranja para mesa e os da laranja para indústria, produtos que, atualmente, estão entre os cinco de maior VPA na região que também estiveram em queda nos últimos anos. Na RA de Barretos, excetuando os preços da carne bovina, os preços dos outros produtos, cujos VPAs estão entre os cinco de maior valor, apresentam-se em queda nos últimos anos, caso da laranja de mesa e para indústria.

A região de Itapeva é bem diversificada, apresenta-se como grande produtora de olerícolas, notadamente tomate para mesa e batata, produtos cujos VPAs estão entre os cinco maiores da RA e, também, vem se consolidando como produtora de grãos, destaque para soja, produto que apresentou o maior VPA em 2015, e milho 4º maior VPA no ranking regional, além disso a carne bovina também está entre os cinco produtos de maior VPA, ocupando a 3ª colocação. É a região de maior destaque na produção paulista de trigo do estado e também tem participação significativa na produção de feijão. Esse desempenho expressivo em grande parte pode ser atribuído à peculiaridade da diversificação da produção da região, constituída por produtos cujos preços alcançaram expressivos níveis e mudaram de patamar a partir de 2006. Em 2015 a RA de Itapeva manteve-se na 7ª colocação no ranking dos VPAs regionais, mas sua participação no total do estado evoluiu de 6,8% para 7,3%. Foi a RA com VPA de maior crescimento em 2015, 12,5% em relação ao do ano anterior, seguido pelo crescimento do VPA de Marília com 9,3% e o de Presidente Prudente com 9,1%. Destaca-se soja, cultura que apresentou crescimento de 40,2% na produção, está entre os cinco principais produtos nessas três RAs, sendo o primeiro no ranking na RA de Itapeva. Milho, que apresentou elevação de produção de 18,9% no estado, também figura entre os cinco mais importantes nessa RA e na de Marília (Tabela 2).

Em 2015 não houve nenhuma alteração no ranking das RAs por ordem decrescente de valor da produção nem tampouco alterações significativas nas participações percentuais de cada RA no total do estado (Tabela 3).

 

Palavras-chave: valor da produção agropecuária paulista.



Data de Publicação: 25/11/2016

Autor(es): José Roberto Da Silva (josersilva@sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Paulo José Coelho (pjcoelho@sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Denise Viani Caser (dcaser@sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Carlos Roberto Ferreira Bueno (cbueno@sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Danton Leonel de Camargo Bini (danton.camargo@sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Eder Pinatti (pinatti@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor