Estimativa Preliminar do Valor da Produção Agropecuária do Estado de São Paulo para 2019


 

O Valor da Produção Agropecuária (VPA) é um indicador importante, porque permite visualizar o desempenho da atividade agropecuária paulista, apresentando a posição relativa dos diversos produtos e suas evoluções e corresponde ao faturamento bruto dentro da unidade de produção. Esse indicador serve como parâmetro para subsidiar a tomada de decisão pelos diversos agentes econômicos, bem como pelos órgãos de governo na definição de políticas públicas e em suas estratégias de atuação. É calculado com base na produção da safra agrícola e da pecuária e nos preços médios recebidos pelos produtores rurais, nas principais praças do Estado de São Paulo, para grande parte dos produtos agropecuários paulistas.

A agropecuária paulista caracteriza-se não só pela magnitude do seu valor de produção como também pela ampla diversificação de produtos, tanto de origem vegetal quanto de origem animal. A estimativa preliminar do Valor Bruto da Produção (VBP) para 2019, calculado Ministério da Agricultura e Abastecimento MAPA, posiciona São Paulo no segundo lugar, dos estados brasileiros de maior VBP, totalizando R$ 70,2 bilhões, contudo é necessário lembrar que o cálculo do MAPA considera apenas 28 produtos1.

O VPA paulista é calculado pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA) a partir da seleção de 50 produtos de origem animal e vegetal, agrupados em Produtos para a Indústria, Produtos de Origem Animal, Grãos e Fibras, Frutas Frescas e Olerícolas. Os dados de produção são extraídos dos levantamentos sistemáticos de previsão e estimativas de safra agrícola, realizados pelo IEA e pela Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS), ambos da Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo2,3,4,5. Os preços médios mensais recebidos pelos produtores são do banco de dados do IEA6. Os preços dos produtos olerícolas e os das frutas são obtidos na Companhia de Entreposto e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP)7, ponderados e decompostos a partir dos preços de atacado, exceto os de batata, cebola, mandioca para mesa, tomate, banana, laranja e tangerina que também são do banco de dados do IEA.

A variação do VPA dos produtos considerados foi calculada com base em índices de preços e quantidades, utilizando a fórmula de Fisher (base 2018=100)8. O Valor da Produção Agropecuária (VPA) paulista em 2019, nessa estimativa preliminar é de R$ 80,4 bilhões, acusando uma elevação de 7,25% relativamente ao atingido no ano anterior.  Quando deflacionado pelo IPCA9 o VPA mostra crescimento em termos reais de 4,5%, relativamente ao obtido em 2018 (Tabela 1).

O VPA da cana-de-açúcar participou em 36,06% do total estadual e por conta dessa grandeza ao ser separado esse valor, o total estadual resultou em R$51,4 bilhões, 10,81% superior aos resultados de 2018.

Dos dez primeiros produtos no ranking de VPA do Estado de São Paulo em 2019, oito apresentaram variação positiva sendo que a de dois deles foi expressiva. A carne de frango que ocupou a quinta posição em 2018 evoluiu para a quarta com aumento de 38,10% em seu VPA, visto que a atividade teve aumentos similares tanto no preço recebido quanto na produção de carne (ao redor de 17%). Da mesma forma, o ovo de galinha, mesmo permanecendo na sexta posição, acusou um aumento de 19,07% em 2019, por conta de acréscimos ao redor de 9% nos preços e na produção de ovos.  Por outro lado, somente a soja e o café beneficiado apresentaram decréscimo em seus respectivos VPAs em 2019. A soja que ocupa lugar de destaque na agropecuária paulista, 5º lugar no ranking do VPA de São Paulo, na safra 2018/19 apresentou quedas de preço (6,64%) e de produção (2,69%), devido principalmente à irregularidade das chuvas e ao forte calor registrado nas épocas do plantio precoce, apesar de ganhos significativos de área plantada, resultando em VPA de R$3,8 bilhões, 9,15% menor que o de 2018. A queda expressiva no VPA do café beneficiado (28,65%) deve-se principalmente à menor safra (bienalidade da cultura, agravada pelas condições climáticas desfavoráveis registradas nos meses de dezembro/2018 e janeiro/2019), mas também a uma redução de 8,20% nos preços médios recebidos pelos cafeicultores paulistas.


 


 

 

 

Dos cinco grupos de produtos considerados no estudo apenas o de Produtos para Indústria apresentou uma leve redução do VPA, (0,21%); os demais aumentaram, com destaque para Olerícolas e Produtos Animais, respectivamente de 51,13% e 15,90%.

De quinze produtos olerícolas considerados no estudo seis apresentaram queda de VPA, mas os mais bem posicionados no ranking mostraram expressivos aumentos, com destaque para a batata na 9ª posição e o tomate de mesa na 12ª.

         Entre os sete Produtos Animais considerados, apenas o mel na 46ª posição do ranking acusou redução do VPA, todos os demais apresentaram crescimentos, sendo que quatro encontram-se entre os dez primeiros de maior participação no total do estado, como o da carne bovina que ocupa a 2ª posição, precedido pelo da cana-de-açúcar. O VPA da carne suína acusou um aumento de 52,39%, ganhando 4 posições no ranking paulista, passando para a 18ª posição e merece destaque por conta tanto da elevação no preço recebido (25,68%) quanto da produção de carne (21,25%), muito em função da crescente demanda de exportação, notadamente devido à epidemia de peste suína africana, na Ásia e Europa.

         No Grupo de Grãos e Fibras e no de Frutas Frescas houve ganhos no VPA, respectivamente de 4,92% e 3,76%, causados em especial por elevações no preço recebido no primeiro grupo (4,14%) e na produção no segundo (3,58%). No Grupo de Grãos e Fibras se sobressaem os VPAs do feijão (+108,98%), do sorgo (50,89%) e do algodão (31,92%). Para o Grupo das Frutas Frescas são consideráveis os ganhos do VPA para tangerina (40,49%), manga (41,02%) e caqui (24,55%). Em contrapartida houve perdas da ordem de 38% no VPA para limão, provocado pela queda em 41,97% nos preços recebidos, impactado pela maior oferta da fruta.

 

 

 

1MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO. Valor Bruto da Produção (VBP). Brasília: MAPA, 2019. Disponível em: http://www.agricultura.gov.br/assuntos/politica-agricola/agropecuaria-brasileira-em-numeros. Acesso em: nov. 2019.

 

2CAMARGO, F. P. et al.  Previsões e estimativas das safras agrícolas do estado de São Paulo, 2º levantamento, ano agrícola 2018/19 e levantamento final ano agrícola 2017/18, novembro de 2018. Análises e Indicadores do Agronegócio, São Paulo, v. 14, n. 2, p. 1-13, fev. 2019. Disponível em: http://www.iea.sp.gov.br/out/TerTexto.php?codTexto=14561. Acesso em: nov. 2019.

 

3______. Previsões e estimativas das safras agrícolas do estado de São Paulo, ano agrícola 2018/19, fevereiro de 2019. Análises e Indicadores do Agronegócio, São Paulo, v. 14, n. 4, p. 1-10, abr. 2019. Disponível em: http://www.iea.sp.gov.br/out/TerTexto.php?codTexto=14597. Acesso em: nov. 2019.

 

4______. Previsões e estimativas das safras agrícolas do estado de São Paulo, ano agrícola 2018/19, abril de 2019. Análises e Indicadores do Agronegócio, São Paulo, v. 14, n. 6, p. 1-10, jun. 2019. Disponível em: http://www.iea.sp.gov.br/out/TerTexto.php?codTexto=14628. Acesso em: nov. 2019.

 

5______. Previsões e estimativas das safras agrícolas do estado de São Paulo, ano agrícola 2018/19, junho de 2019. Análises e Indicadores do Agronegócio, São Paulo, v. 14, n. 8, p. 1-12, ago. 2019. Disponível em: http://www.iea.sp.gov.br/out/TerTexto.php?codTexto=14675. Acesso em: nov. 2019.

 

6INSTITUTO DE ECONOMIA AGRÍCOLA. Banco de dados: preços médios mensais recebidos pelos agricultores. São Paulo: IEA, 2019. Disponível em: http://ciagri.iea.sp.gov.br/nia1/precos_medios.aspx?cod_sis=2. Acesso em: nov. 2019.

 

7COMPANHIA DE ENTREPOSTO E ARMAZÉNS GERAIS DE SÃO PAULO (CEAGESP). Preços da CEAGESP.xlsx. São Paulo: CEAGESP, 2019. Excel. (Dados recebidos por e-mail).

 

8HOFFMANN, R. Estatística para economistas. 2. ed. São Paulo: Pioneira, 1991. 426 p.

 

9PORTAL DE FINANÇAS. IPCA/IBGE. S. l.: Portal de Finanças, 2019. Disponível em: http://portaldefinancas.com/ipca_ibge.htm. Acesso em: nov. 2019.

 

10INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA). Rio de Janeiro: IBGE, 2019. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/home/lspa/brasil. Acesso em: nov. 2019.

 

 

 

 

Palavras-chave: Valor da Produção Agropecuária Paulista.



Data de Publicação: 02/12/2019

Autor(es): José Roberto Da Silva (josersilva@sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Paulo José Coelho (pjcoelho@sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Denise Viani Caser (dcaser@sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Carlos Roberto Ferreira Bueno (cbueno@sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Danton Leonel de Camargo Bini (danton.camargo@sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Eder Pinatti (pinatti@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor