Nota aos colaboradores - Análises e Indicadores do Agronegócio (AIA)

 

1 – Sobre o IEA
O Instituto de Economia Agrícola, fundado em 1942, foi a primeira instituição a pesquisar e sistematizar os estudos sobre economia agrícola no Brasil, é uma Instituição de pesquisa que tem por objetivo produzir, adaptar e transferir conhecimentos científicos e informações de qualidade na área da economia aplicada à agricultura. Visa o desenvolvimento para atender necessidades da agricultura e da sociedade em geral, realizando pesquisas e produzindo informações estratégicas; analisando e propondo políticas públicas e elaborando estudos para o desenvolvimento sustentável.
2 – Política da Revista
Análises e Indicadores do Agronegócio (AIA) é uma revista eletrônica, de periodicidade mensal, editada pelo Instituto de Economia Agrícola, destinada à publicação de textos inéditos relacionados à área de atuação do IEA. A revista Análises e Indicadores do Agronegócio, criada em 2006, teve origem com a publicação de textos conjunturais, a partir de 1999, disponibilizados na Home page do IEA, sob o título ”Análises e Mercado”.
3 - Natureza das colaborações
O conteúdo deve ser relativo a informações, análises e propostas técnicas e opinativas relevantes para o setor agropecuário, de questões conjunturais ou relacionadas ao debate de problemas ou questões do setor, incluindo aquelas com características que necessitem de celeridade na publicação. Estão habilitados a publicar textos em AIA os pesquisadores científicos e os técnicos de nível superior pertencentes ao quadro do IEA e contribuições com parcerias externas serão aceitas desde que o primeiro autor pertença ao quadro do IEA.
4 - Conteúdo da revista Análises e Indicadores dos Agronegócios
A AIA é constituída de duas seções:
4.1 - Análises 
Apresenta textos inéditos relacionados a questões relevantes da agropecuária. Sua estrutura deve ser decomposta em três partes interligadas. A primeira, de característica introdutória, apresentará o problema, sua importância e o objetivo do artigo. A segunda deve conter o desenvolvimento analítico. A terceira trará conclusões e comentários finais.
4.2 - Indicadores
Apresenta textos, dados estatísticos e séries históricas que fundamentam análises do setor agrícola com periodicidade definida, a saber:
a) Comércio exterior: periodicidade mensal e trimestral, com recorte estadual e nacional.
b) Quadrissemana: periodicidade mensal.
c) Previsão de safras: cinco levantamentos anuais relativos aos levantamentos de fevereiro, abril, junho, setembro e novembro.
d) Valor da produção: dois artigos anuais, um com recorte de Estado e outro por regiões.
e) Mercado de defensivos/mercado de maquinas agrícolas e mercado de fertilizantes: periodicidade anual.
f) Mercado futuro de café: periodicidade mensal.
g) Previsão de safras cafeeira: periodicidade anual.
h) Preços médios mercado atacadista: periodicidade mensal.
i) Mercado varejista de alimentos: periodicidade mensal.

 

5 - Normas para apresentação da AIA
5.1 - O texto destinado à AIA deverá ter no máximo 13.000 (treze mil) caracteres, com espaços, incluídas tabelas e figuras (e/ou gráficos).
5.2 - O texto deve ser elaborado em papel A4, com margens direita, esquerda, superior e inferior de 3 cm, justificado, digitado com fonte Times New Roman, corpo 12, espaçamento duplo e páginas numeradas.
5.3 - As figuras devem ser elaboradas em Excel® com uso de cores e inseridas no texto como imagem.
5.4 - As tabelas devem ser elaboradas em Excel® e inseridas no texto como tabela do Word®.
5.5 - Para notas explicativas e bibliografia, não utilizar o recurso específico do Word®. Deve-se apenas digitar o texto referente à nota no final do texto. Os números que servem como referência no texto são digitados normalmente como caracter, usando o recurso "sobrescrito" (menu Início, opção Fonte na versão Office 2007).
5.6 - Excepcionalmente para a Seção Indicadores, quando o texto ultrapassar o limite de 13.000 caracteres, as tabelas e as figuras que o complementam estarão disponíveis para download.
5.7 - Para ambas as seções, a metodologia não deve ser omitida. Pode ser explicitada no corpo do texto ou referenciada em nota de rodapé, segundo normas vigentes da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).
5.8 - Para a Seção Indicadores, a periodicidade do tema abordado deve estar explicitada no corpo do texto ou referenciada em nota de rodapé.

6 - Encaminhamento das contribuições
6.1 - O encaminhamento do artigo deve ser feito por meio do formulário próprio, disponível em: https://bityli.com/6xB7J, incluindo os seguintes anexos:
6.1.1 - Arquivo em Word® contendo o título do artigo, o nome dos autores e o texto.
6.1.2 - Arquivo em Excel® contendo tabelas e figuras, se houver.
7 - Apreciação das contribuições
7.1 - Os artigos encaminhados para compor esta sessão receberão o parecer de 1 (um) relator, no sistema double blind view
7.2 -O texto para a Seção Análises será enviado para a apreciação de um relator indicado pelos Editores.
7.3 - O texto para a Seção Indicadores será encaminhado para relatoria designada pelo Diretor Técnico de Departamento após apreciação elaborada pelo superior imediato do primeiro autor do texto, ou alguém por ele designado, devendo referir-se diretamente ao Comitê Editorial.
7.4 - Aprovado o texto, este será encaminhado à editoração e às revisões gramatical, ortográfica e bibliográfica, retornando ao primeiro autor para aprovação final.
8. - Poderão ser incorporados novos temas na Seção Indicadores, desde que haja responsável pela continuidade da série histórica por pelo menos dois anos e periodicidade definida. Os novos temas deverão ser encaminhados pelo superior da área ao Comitê Editorial.
9 - O Comitê Editorial deliberará sobre os casos omissos.