Pesquisa de trabalho por autores

A busca resultou em 12 resultados. Exibindo de 1 a 10.
Início ]
Anterior ]
Próximo ]
Último ]
 
1 - Artigo
.Data Publicação: 13/05/2019
.Título: Implicações da Lei Kandir e Reflexos Atuais
.Autor: Celso Luís Rodrigues Vegro, Adriana Damiani Correia Campos
.Resumo:
1 - HISTÓRICO O pacto federativo, a Constituição da República Federativa Brasileira de 1988, estabeleceu, no art. 155 – II2, 3, a competência dos Estados membros da Federação a cobrança do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS). Esse tributo se constitui, desde então, na espinha dorsal das finanças estaduais e, também, municipais, na medida em

.
2 - Artigo
.Data Publicação: 22/07/2016
.Título: Lei Florestal e as Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADINs): efeitos globais na agropecuária paulista
.Autor: Eduardo Pires Castanho Filho, Adriana Damiani Correia Campos , Mario Pires De Almeida Olivette
.Resumo:
1 - INTRODUÇÃO O Instituto de Economia Agrícola (IEA) desde 2006 vem produzindo artigos sobre a legislação florestal e seus impactos sobre a agropecuária paulista2. Este artigo tem como finalidade realizar um sumário dos textos que foram publicados nesses dez anos, quando foram discutidas questões relativas ao Código Florestal, e assim fornecer o panorama que vem se cristalizando nesse período, no qual questões relevantes que foram colocadas, pouco ou nada foram levadas em

.
3 - Artigo
.Data Publicação: 01/03/2016
.Título: Mercados Florestais em São Paulo: retrospectiva 2015
.Autor: Eduardo Pires Castanho Filho, Adriana Damiani Correia Campos , José Alberto Angelo, Silene Maria de Freitas
.Resumo:
Em uma visão sintética, o mercado de florestas em São Paulo fechou o segundo semestre de 2015 com as cotações inferiores às do ano anterior, refletindo setorialmente o quadro de desaquecimento em que se encontrou a economia brasileira. As perdas de valor real dos produtos madeireiros continuaram a se agravar e tornaram a atividade pouco rentável nas regiões de custo maior ou produtividade menor.  COTAÇÕES As cotações dos produtos florestais continuaram nos mesmos pat

.
4 - Artigo
.Data Publicação: 22/10/2015
.Título: O Agronegócio Florestal em Setembro de 2015
.Autor: Eduardo Pires Castanho Filho, Silene Maria de Freitas, Adriana Damiani Correia Campos
.Resumo:
1 - IntroduçãoA área cultivada nas Unidades de Produção Agropecuárias (UPAs) do Estado de São Paulo é de cerca de 21,5 milhões de hectares, sendo 1,0 milhão de hectares com eucalipto, 144 mil com pinus e 90 mil com seringueira1. Mas há, também, cerca de 4 milhões de hectares de florestas nativas, o que complementa a real dimensão do universo florestal paulista.Além dos serviços sistêmicos e dos subprodutos fornecidos pelas florestas, a madeira “em pé” pode ser a

.
5 - Artigo
.Data Publicação: 14/09/2015
.Título: O Agronegócio Florestal Paulista em Agosto de 2015
.Autor: Eduardo Pires Castanho Filho, Adriana Damiani Correia Campos , Silene Maria de Freitas, José Alberto Angelo
.Resumo:
1 – INTRODUÇÃO Em 2012, o Brasil tinha 6,6 milhões de hectares de florestas plantadas, com destaque para Minas Gerais e São Paulo, com respectivamente 1,49 e 1,18 milhão de hectares. Enquanto nesses estados predominam os cultivos de eucalipto, no Sul do Brasil prevalece o plantio de pínus (Figura 1).   A área cultivada nas Unidades de Produção Agropecuárias (UPAs) do Estado de São Pau

.
6 - Artigo
.Data Publicação: 01/09/2015
.Título: Ativos Ambientais
.Autor: Eduardo Pires Castanho Filho, Adriana Damiani Correia Campos
.Resumo:
Transformar ônus num bônus. Foi assim que o governo de São Paulo, a Bolsa de Valores, bancos e empresas sustentáveis lançaram as bases de um novo mercado de títulos ambientais, que foi discutido em um seminário ocorrido na BM&F-Bovespa. Utilizando dados da ESALQ e de consultores independentes, chegou-se à conclusão que São Paulo poderá compensar suas reservas legais por meio de Cota de Reserva Ambiental (CRA), títulos nominativos previstos na atual legislação florestal

.
7 - Artigo
.Data Publicação: 20/08/2015
.Título: Mercado de Produtos Florestais
.Autor: Eduardo Pires Castanho Filho, Adriana Damiani Correia Campos , José Alberto Angelo
.Resumo:
1 - EUCALIPTO, PÍNUS, SERINGUEIRA E NATIVAS: o agronegócio florestal paulista A produção paulista de florestas concentra-se em três espécies: eucalipto, pínus e seringueira, e mais as áreas de florestas nativas, que fornecem serviços ecossistêmicos. Com pouco mais de 1,3 milhão de hectares cultivados dessas culturas, conduzidos por cerca de 45 mil silvicultores, e mais de 3 milhões de hectares de florestas nativas em 150 mil propriedades rurais, é a terceira atividade em oc

.
8 - Artigo
.Data Publicação: 26/03/2015
.Título: Água e Uso pela Agropecuária: neomalthusianismo hídrico
.Autor: Eduardo Pires Castanho Filho, Adriana Damiani Correia Campos , Mario Pires De Almeida Olivette
.Resumo:
1 - INTRODUÇÃO Este artigo busca tratar das polêmicas sobre a escassez hídrica, conhecida como falta d’água, salientando a importância em qualificar as teorias que estão por trás das análises que têm vindo a público. Não se justifica alarmismo em torno do sumiço da água, que obrigaria até as pessoas a migrar em busca de abastecimento, e mais ainda, que a principal causadora disso seja a agropecuária. Há omissão de que, por um lado, sem o ambiente rural, não exist

.
9 - Artigo
.Data Publicação: 12/01/2015
.Título: Código Florestal Paulista: pau que nasce torto...
.Autor: Eduardo Pires Castanho Filho, Adriana Damiani Correia Campos , Mario Pires De Almeida Olivette
.Resumo:
1 - INTRODUÇÃO Desenvolvimento sustentável? Democracia? Recurso natural? Agropecuária? Globalização?  Dimensões? Na aurora da democracia brasileira, questões e aspirações emanavam, novas posturas globais eram discutidas como as relacionadas ao desenvolvimento sustentável1 e suas dimensões. No âmbito nacional, tais questões foram pouco ou nada debatidas, quando o foram, não raro de forma apaixonada e, em contrapartida, existem instituições, logicamente enriqueced

.
10 - Artigo
.Data Publicação: 29/08/2013
.Título: A Evolução da Agropecuária Paulista e a Implantação da Legislação Ambiental:impactos socioeconômicos e ambientais
.Autor: Eduardo Pires Castanho Filho, Adriana Damiani Correia Campos , José Alberto Angelo, Mario Pires De Almeida Olivette, Raquel Castelluci Caruso Sachs
.Resumo:
RESUMO: Este trabalho discute os impactos trazidos pela nova Legislação Florestal sobre a agropecuária paulista. Faz uma breve retrospectiva da dinâmica do uso e ocupação do solo nos últimos 40 anos. Nesse quadro, busca-se desenvolver o tema tomando como base conceitual o desenvolvimento sustentável. Analisa e contextualiza a evolução da legislação florestal e sua influência nessa dinâmica e sugere a problemática advinda da interposição de Ações Diretas de Inconstitucionalidad

.
 
Início ]
Anterior ]
Próximo ]
Último ]