Preços Agropecuários: alta de 3,04% na primeira quadrissemana de fevereiro

            O Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR)1,2 registrou alta de 3,04% na primeira quadrissemana de Fevereiro de 2010. O IqPR-V (produtos de origem vegetal) fechou com variação positiva de 4,52%, enquanto que o IqPR-A (produtos de origem animal) encerrou negativamente em 0,66% (Tabela 1).

Tabela 1. Variação Percentual do IqPR, Estado de São Paulo, 1ª Quadrissemana de Fevereiro de 2010.

São Paulo
São Paulo s/cana
IqPR
3,04 % 
3,08 % 
IqPR-V
4,52 %
6,63 % 
IqPR-A
- 0,66 % 
Fonte: Instituto de Economia Agrícola (IEA).

            Quando a cana-de-açúcar é excluída do cálculo do índice, devido a sua importância na ponderação dos produtos, tanto o IqPR quanto o IqPR-V (cálculo somente dos produtos vegetais) sobem um pouco e encerram esta quadrissemana em 3,08% e 6,63%,respectivamente, isto ocorre porque apesar do preço da cana continuar subindo, sua variação foi bem menor do que outros produtos vegetais, principalmente das laranjas (Tabela 1).

Tabela 2 - Variações das Cotações dos Produtos, Estado de São Paulo, 1ª Quadrissemana - Fevereiro de 2010.

Origem
Produto
Unidade
Cotações (R$)
Variação quadrissemanal (%)
1ªJaneiro/10
1ª Fevereiro/10
VEGETAL
Algodão
15 kg
44,22
46,47
5,09 
Amendoim
sc.25 kg
22,08
22,48
1,80 
Arroz
sc.60 kg
35,81
39,19
9,44 
Banana nanica
cx.21 kg
7,02
6,28
- 10,63 
Batata
sc.60 kg
0,00
0,00
0,00 
Café
sc.60 kg
259,78
262,33
0,98 
Cana-de-açúcar 
t de ATR
320,32
329,84
2,97 
Feijão
sc.60 kg
50,97
50,83
- 0,27 
Laranja p/indústria
cx.40,8 kg kg
7,08
8,08
14,12 
Laranja p/Mesa 
cx.40,8 kg
8,37
11,81
41,10 
Milho
sc.60 kg
16,58
15,76
- 4,93 
Soja
sc.60 kg
42,33
36,82
- 13,02 
Tomate p/ Mesa
cx.22 kg
19,74
15,68
- 20,55 
Trigo
sc.60 kg
25,00
25,00
0,00 
ANIMAL
Carne Bovina
15 kg
72,82
74,08
1,73 
Carne de Frango
Kg
1,63
1,59
- 2,72 
Carne Suína
15 kg
50,62
47,78
- 5,60 
Leite B
Litro
0,73
0,73
- 0,11 
Leite C
Litro
0,67
0,68
0,16 
Ovos
30 dz
34,27
32,21
- 6,01 

Fonte: Instituto de Economia Agrícola (IEA).

            Os produtos do IqPR que registraram as maiores altas nesta quadrissemana foram: laranja para mesa (41,10%), laranja para indústria (14,12%), arroz (9,44%), algodão (5,09%) e cana-de-açúcar (2,97%) (Tabela 2).

            Para a laranja de mesa, a ocorrência da entrada do verão elevando o consumo de sucos impacta nas cotações no sentido da recuperação além de que na entressafra a oferta de fruta reduz-se de forma importante afetando os preços com pressões para alta. Esse fato está refletido também na laranja para indústria.

            No caso do algodão o aumento reflete os preços internacionais e desvalorizações cambiais do período recente. Ressalte-se que essa tendência de alta foi obstada nos últimos dias.

            Para o arroz, a alta reflete o excesso de chuvas que provocou perda em torno de 15% na safra de arroz do Rio Grande do Sul. As enchentes atingiram as principais regiões desse principal produtor nacional que tem grandes extensões de cultivo irrigado.

            As cotações da cana-de-açúcar em ATR continuam em alta e acumula valorização de 24,81%, comparando os preços de janeiro/2010 com janeiro/2009. Esta variação de preços é bem inferior às variações, no mesmo período, para os preços médios praticados para o álcool hidratado para combustível na usina sem impostos (51,98%), para o álcool combustível nos postos (37,73%), para o açúcar cristal da usina com impostos (92,97%) e para o açúcar refinado no varejo (60%)3. Esses aumentos tendem a pressionar para cima os índices que medem a inflação brasileira, principalmente no grupo transporte, já que o preço médio do litro de álcool no Estado de São Paulo está mais caro (40%) do que o preço médio do litro da gasolina vendida nos Estados Unidos.

            Os produtos que apresentaram as maiores quedas de preços na primeira quadrissemana de fevereiro foram: tomate para mesa (20,55%), soja (13,02%), banana nanica (10,63%), ovos (6,01%) e carne suína (5,60%) (Tabela 2).

            O tomate, depois da queda de preços pela supersafra que proporcionou o retorno de seus preços a níveis mais compatíveis com seus padrões normais de variação sazonal, ainda que negativo nesta quadrissemana apresentou, na última semana, início de movimento de alta nos preços, devido as fortes chuvas.

            Para a soja, depois de anunciada safra recorde com crescimento de 30% associada ao início da colheita, as cotações do produto recuaram.

            No caso da banana, a primavera quente e excepcionalmente úmida favoreceu a formação dos cachos de banana aumentando a sua oferta em período de maior entrada de frutas no mercado, com grande concorrência entre elas e consequente redução de preços, aliado ao menor consumo devido ao início das férias escolares. Importante salientar que tais preços não refletem os impactos das enchentes no Vale do Ribeira, com perdas econômicas estimadas em R$ 24,7 milhões.

            No período analisado, 9 produtos apresentaram alta de preços (7 origem vegetal e 2 de origem animal) e 9 apresentaram queda (5 vegetal e 4 animal).

_______________________
1 A fórmula de cálculo do índice (IqPR) é a de Laspeyres modificada, ponderada pelo valor da produção agropecuária paulista. As cotações diárias de preços são levantadas pelo IEA e divulgadas no Boletim Diário de Preço. As variações são obtidas comparando-se os preços médios das quatro últimas semanas (referência) com os preços médios das quatro primeiras semanas (base), sendo a referência = 09/01/2010 a 07/02/2010 e base = 09/12/2009 a 08/01/2010.

2 Artigo completo com a metodologia: Pinatti, E.; Sachs, R.C.C.; Angelo, J.A.; Gonçalves, J.S. Índice quadrissemanal de preços recebidos pela agropecuária Paulista (IqPR) e seu comportamento em 2007. Informações Econômicas, São Paulo, v.38, n.9, p.22-34, set.2008. Disponível em: http://www.iea.sp.gov.br/out/verTexto.php?codTexto=9573

3 Os preços médios do álcool hidrato na usina (litro – sem frete, sem impostos) e do açúcar cristal (sc.50 kg com impostos, sem frete) foram elaborados pelos autores, a partir dos dados divulgados pelo Cepea/ESALQ disponível em www.cepea.esalq.usp.br, acesso em 08.Fev.2010. Os preços médios do litro de álcool combustível vendido nos postos, no Estado de São Paulo estão disponíveis no site da ANP www.anp.gov.br, acesso em 08.Fev..2010. Para o preço médio no varejo do açúcar refinado (kg), dados disponíveis no site do IEA www.iea.sp.gov.br, acesso em 08.Fev.2010. Preço da gasolina (galão) nos Estados Unidos, disponível em http://www.floridastategasprices.com/, acesso em 08.Fev.2010.

Data de Publicação: 12/02/2010

Autor(es): Eder Pinatti (pinatti@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
José Alberto Angelo (alberto@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
José Sidnei Gonçalves (sydy@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Luis Henrique Perez (lhperez@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor
Danton Leonel de Camargo Bini (danton@iea.sp.gov.br) Consulte outros textos deste autor